Existem diversos tipos de manchas da pele, de cores e formas diferentes, mas com uma coisa em comum: todas se agravam quando exageramos na exposição ao sol. Todas elas devem ser observadas com atenção e em caso de dúvida, um dermatologista deve ser consultado.

Os principais tipos de manchas são: manchas-na-pele

  • Manchas senis: são escuras, arrendondas e podem aparecer em vários tamanhos. Elas costumam surgir com o tempo, devido à exposição prolongada ao sol.
  • Sardas: costumam aparecer no rosto, ombros e colo de pessoas com pele clara, com predisposição genética, devido ao efeito cumulativo da exposição solar.
  • Melasmas: têm coloração de tons marrons e diversos tamanhos e são causados por alterações hormonais (como gravidez ou uso de anticoncepcionais), fator genético e a utilização de alguns tipos de medicamentos aliados à exposição ao sol.
  • Manchas pós-acne: podem aparecer após o processo inflamatório da acne, no início são avermelhadas passando para uma coloração amarronzada em alguns casos
  • Fitofotodermatite: manchas marrons com fundo avermelhado que surgem depois do contato com substâncias de algumas frutas cítricas (como limão, laranja) e plantas associadas à exposição solar.

 

Tratamento

Existem diversos tipos de tratamentos para manchas na pele, como peeling, utilização de laser, cremes clareadores, entre outros, mas apenas o dermatologista pode indicar qual é o mais eficiente e seguro para o seu caso. Evite a automedicação, pois a utilização errada de certas substâncias podem até agravar o problema.

 

Prevenção
A melhor maneira de se evitar manchas na pele é evitar a exposição ao sol sem a proteção necessária. Existem diversas tipos de proteção, que usadas em conjunto são ainda mais eficientes, como por exemplo:

  • Física: utilização de chapéu, boné, camisetas, barracas ou guarda-sol
  • Dermatológica: uso de filtros solares que protejam contra os raios UVA e UVB, com fator de proteção (FPS) 30 ou maior. Durante as atividades de lazer e ao ar livre, reaplicar a cada duas horas ou menos. Já no dia a dia, recomenda-se que seja feita uma aplicação de manhã e outra no horário do almoço.
    A FARMACOPA disponibiliza a linha Biobase – protetores solares de alta performance, não oleosos e com toque seco. Com rápida absorção e textura leve, protege efetivamente contra os raios UVA e UVB e ajuda a retardar o envelhecimento precoce da pele. Resistente à água, está disponível com fator de proteção (FPS) 30, 45 e 60
  • Oral: a fotoproteção oral é a utilização de nutrientes que ajudam a otimizar os mecanismos de proteção da pele contra os danos da exposição solar, atuando como antioxidantes, diminuindo os efeitos do envelhecimento precoce. Ela é um complemento ao uso dos outros tipos de fotoproteção e não deve ser utilizada sozinha.